quarta-feira, junho 22, 2005

Conseguem engolir este sapo?



Conseguem?

Ao longo destes ultimos 4/5 anos, principalmente e apartir do ano de 2000, um grupo de nacionalistas, apelidados de "bandidos", "radicais", "extremistas", "desuniadores", tomou à força as rédeas do movimento skinhead em Portugal, e porquê à força? Porque os "passivos", "cobardes" e "traidores" que comandavam esse movimento não se queriam afastar para dar lugar aos activistas, aos novos soldados políticos que se queriam impor aos soldados de rua.
Essa luta foi ganha em menos de um ano, as pessoas que lideravam o movimento nacionalista passaram a dedicar-se a 100% à famila, sendo que antes somente se dedicavam a 99%(coitados), porque o outro 1% era para se envolverem no movimento, e apartir desse momento o movimento skinhead revoluciona-se.

Aqueles que toda a vida ouviam as musicas de bandas white power, ou liam livros revolucionários, e vinham para as reunioes nacionalistas dizer que "lá fora é que é",tiveram então a sua grande oportunidade de passarem das ideias aos actos, e transporem para o dia a dia o que ouviam ou liam em casa.

A violência:
As acções de violência contra os nossos inimigos nas ruas intensificaram-se drásticamente, pela primeira vez começam a surgir pelo pais grupos mais ou menos organizados para atacar inimigos, casas de antifas, e os seus albergues etc.
Chegam às mãos dos skinheads pela primeira vez contactos, e portas abertas no sub mundo da "noite" que lhes dão acesso a armas até então nunca dispostas nas mãos dos nacionalistas.Passa-se do rearmamento moral para o fisico.
Os ataques de todas as formas e feitios levam os nossos inimigos quer internos quer externos ao desespero, começam as queixas a cair no Ministério Publico, prova máxima que já não sabiam como lidar com esta ameaça.
Sobre tudo o que se fez no campo da acção directa, infelizmente não o posso revelar, mas os nossos inimigos sabem-no bem.

O movimento musical:
Este é um movimento que existe, e que é benefico desde que não existam pessoas que se sirvam da musica para fazerem dinheiro para proveito próprio, em vez de o entregarem ao movimento, ou pessoas que em vez da musica lhes servir para inspirar, lhes sirva para amolecer.
O movimento musical e tudo o que lhe está subjacente, as bandas, os concertos, as editoras, são algo de extrema importância para influenciar os nossos jovens, uma musica por vezes quando nos toca no coração ou na alma fica no nosso subconsciente uma vida, o nosso inimigo enche e lobotomiza os jovens com MTV, Rap, Hip Hop e afins, nós temos que ter uma alternativa.
Esse grupo mencionado anteriormente fez uma banda(a unica assumidamente nacionalista em Portugal), realizou 3 concertos(com bandas internacionais), participou em dezenas de outros alem-fronteiras, está a produzir um cd, participou em 3 colectaneas, e fundou uma editora musical.
Estamos a ser acusados de crimes contra a humanidade por organizar um concerto em 2004 e mesmo assim decidiu-se organizar um em 2005, noutros tempos os organizadores tremiam sob as ameaças judiciais e já se tinham dedicado á pesca, tudo mudou..somos revolucionários e estamos dispostos a abdicar da nossa liberdade fisica mas não abdicamos da liberdade ideologica!

Politica:
Na politica, o campo que os nossos inimigos internos, apregoavam que nada faziamos, porque o nosso grupo só se dedicava a concertos, almoços de convivio e bater nas pessoas, no fundo eramos os "gansters", neste campo tiveram que engolir o maior sapo de todos.
Fundamos uma organização politica que em 8 meses conseguiu fazer mais pelo nacionalismo que qualquer outro movimento até então.
Internamente fomos responsaveis pelo afastamento de um politico que todos diziam ser o maior cancro de um partido nacionalista, tumor este que outros falavam em afastar mas ninguem e repito Ninguem o consegiu fazer.
Tivemos uma exposição mediatica inédita.
Fizemos segurança a um candidato politico nacionalista que ia falar em directo num local e que a direção do partido temia represálias.
Fizemos uma propaganda nacional nas ruas com faixas em viadutos, autocolantes, distribuição de panfletos, a maior deslocação em campanha eleitoral, como mais ninguem conseguiu fazer, e poucos conseguiram igualar(resalva a um nucleo no Porto).
Estivemos presentes nas comemorações oficiais do 1dezembro, e pegámos nas nossas faixas desfilando na rua e ensaiando o que viria a ser as futuras marchas.
Organizámos a Manif-Marcha contra a entrada da Turquia na Europa, foi a primeira vez que se fez algo do genero em Portugal, até então o movimento nacionalista tinha um receio de sair à rua que mais pareciam activistas do parque eduardo sétimo.
Sucedeu-se a ida a Coruche, provando que estamos onde os politicos deviam estar, ou seja ao lado das pessoas, pela primeira vez os nacionalistas e skinheads, são noticia em jornais e tvs, por estarem a apoiar a população e não pelos piores motivos, ganha-se aqui muitos pontos nas comunidades locais, enquanto tudo isto se passava os nossos politicos sempre criticos em relação a este grupo que pertenco, ou mantinham atraves dos seus blogs de internet ou outros o maior silêncio.
E em 18Junho, realizámos o ponto de viragem do nacionalismo em Portugal, 1000 pessoas ouviram a nossa chamada e participaram na maior concentração, manifestação nacionalista desde pelo menos os ultimos 30 anos! De facto memorável, os tais que lhes custa engolir este sapo, cobardes como sempre, esperaram até à ultima hora para tomarem a decisão de estarem presentes ou não.
No fundo não queriam estar a participar em algo que não fosse organizado por eles, não queriam estar a ser mais um numa multidão e dar mais força aos "bandidos,radicais,extremistas" mas com a campanha jornalistica a intensificar-se, e todo este mediatismo, eles não pudiam deixar de estar presentes, para mais tarde tambem eles tirarem e colherem os meritos da organização.
É triste que eu tenha que referir as coisas negativas, numa semana em que todos só vêm coisas boas, mas eu não esqueço, nem tao-pouco costumo ser comido por otário, nas mãos de oportunistas tipo abutres que por não terem coragem para caçar, esperam que alguem mate por eles para depois colherem os restos.
Todos os presentes na manif estão de parabéns, mesmo aqueles que ainda são muitos que abandonaram o movimento nacionalista pelas mais diversas razões, pode ser que agora esta marcha lhes tenha feito acordar do sono profundo onde têm estado nos ultimos anos.
Não existem desculpas para pessoas que foram activas no movimento nacionalista não o voltarem a ser porque, o movimento está saudavel e respira saude, O partido politico vai ser renovado literalmente, o movimento skinhead já o foi, e estão reunidas as condições para essas pessoas voltarem a colaborar com o nacionalismo em Portugal, senão o fizerem estejam descansados que o grupo do costume não vai ceder perante nada, e poderão sempre se sentir realizados em ir ás nossas manifs, concertos, ou votar de 4 em 4 anos em vez de serem parte activa em algo..É uma questão de feitio..

A internet:
Mais uma vez o sucesso, a realização de um forum que em menos de ano e meio conta com 4 mil pessoas registadas, e milhares de artigos escritos.Entre blogs e outros sites, tambem aqui o nosso grupo está de parabêns.

Os skinheads:
Ao longo do tempo sempre ouvi dizer que os skinheads eram prejudiciais a isto e aquilo dentro do movimento nacionalista, pois uma coisa nunca mais se vão poder esquecer, aconteca o que acontecer no futuro, foram os skinheads que fizeram com que os nacionalistas pudessem andar em manifs sem temer antifas e gangs de negros, pelo temor que estes têm ao grupo, foram os skinheads que organizaram as manifs, foram os skinheads que correram com cancros e tumores no partido nacionalista, foram os skinheads que revolucionaram o movimento na internet, que deram a cara nos tribunais por organizarem concertos, que deram a cara nas tvs e jornais nas manifs etc etc..ou seja,-skins- nunca deixem que estes comedores de sapos, vos apontem seja o que for porque nós estivemos lá na linha da frente em tudo, enquanto esses pseudo intelectuais se mantiveram a discutir o sexo dos anjos em tertulias nas caves, escondidos do mundo.
Sabemos trabalhar lado a lado com todos,exemplo disso é o nosso grupo de que fazem parte não-skins com imenso valor, infelizmente os preconceitos vêm sempre do outro lado e contra nós.
GLÓRIA AOS SKINHEADS E AOS NAZIS!

Esta é a minha pequena homenagem a todos os que não capitularam, e que contra tudo e contra todos souberam dizer sempre-Seguimos vivos!!!

PS:quando digo o nosso grupo, este é um conceito alargado de grupos mais pequenos, e outros maiores com organicas diferentes mas em que as pessoas todas trabalham em conjunto.